Conteúdo

Conheça a história desta instituição


Criada através do Decreto Lei nº. 171, de 17 de fevereiro de 1944, com o objetivo de ministrar ensino técnico-profissional às autoridades e funcionários da Polícia Civil, bem como às pessoas habilitadas aos cargos técnicos da Secretaria da Segurança Pública, chamava-se Escola de Polícia Nelson Pinto, por força do decreto n° 20.160/1967, e realizou o primeiro concurso público para preenchimento do cargo de Delegado de Polícia em 1972.

Foi elevada à condição de Academia, pelo decreto n° 3.497, de 08/06/1976. Realizou novo concurso para preenchimento de vagas aos cargos de Delegado de Polícia, Perito Médico-Legal, Agente e Escrivão de Polícia, nesse mesmo ano.

No final do ano de 1978, já realizava sete cursos profissionalizantes, além de cursos de aperfeiçoamento, criando-se uma infraestrutura técnico-pedagógica necessária ao desenvolvimento do ensino-aprendizagem.

O primeiro plano de ação foi apresentado no ano de 1982, resultado de um período de grande fertilidade e crescimento institucional, refletindo, também, em significativas mudanças no ambiente acadêmico. O plano foi responsável pela elaboração do Currículo Pleno, do Código de Disciplina, do novo Regulamento de Cursos, além dos 08 (oito) currículos específicos abrangendo todos os Cursos de Formação.

Com a democratização do Estado brasileiro, novas disciplinas foram inseridas nos currículos, a exemplo de "Educação em Direitos Humanos", instituída pela Lei n° 5.655 de 05 de janeiro de 1990, publicada no Diário Oficial de 06/01/1990, que sinalizava para "uma abordagem interdisciplinar no âmbito dos cursos de formação".

Outro avanço na década de 90 diz respeito à interiorização do quadro de carreira, passando a Academia a intensificar a realização de concursos públicos para as diversas categorias profissionais, aumentando o quadro e a qualidade do serviço policial, extinguindo-se a figura do delegado que não era de carreira. O concurso passou a ser regionalizado, selecionando-se peritos, agentes e escrivães de polícia em sua própria comunidade. Houve a criação de quatro Núcleos da ACADEPOL no interior do Estado: Feira de Santana, Juazeiro, Vitória da Conquista e Ilhéus, em parceria com Universidades e Instituições de Ensino locais.

O início do segundo milênio é marcado por profundas mudanças tecnológicas; por proposta de integração entre as polícias e a comunidade; e a criação de uma malha curricular nacional. Atenta às transformações dos novos tempos, a ACADEPOL-BA avança na implantação do ensino à distância, com a instalação de laboratórios de informática e do Tele Centro, credenciado pela Secretaria Nacional de Segurança Pública - SENASP/MJ. O acervo bibliográfico foi atualizado e ampliado, também com os recursos federais de projetos aprovados pela SENASP-MJ, passando a oferecer aos policiais mais de seis mil exemplares de livros.

Com a Lei Orgânica da Polícia Civil - 2009, a ACADEPOL-BA na condição de Órgão de Gestão Estratégica da Polícia Civil, de acordo com o art. 24 da referida Lei, passou a "planejar e dirigir ações institucionais, estabelecendo, acompanhando, controlando e impondo ações corretivas aos planos estratégicos, que se desdobrarão pelos níveis: tático e operacional".

Nesta década que se inicia, lançando mão dos novos conceitos de gestão com foco na valorização do público alvo, a ACADEPOL-BA inova com a implementação da informatização do processo de gestão, matrícula on-line, via internet, e emissão do certificado digital de conclusão dos cursos ofertados pela Academia, proporcionando conforto e democratizando o acesso ao conhecimento.

--------------------------------------------------------------------------------------------------

Relação de diretores da Academia da Polícia Civil da Bahia – Acadepol

PERÍODO

DIRETORES

06.04.1945 a 11.11.1946

Dr. Pedro Augusto de Melo

29.11.1946 a 20.02.1951

Dr. Carlos de Carvalho Cerqueira Antunes

20.02.1951 a 05.04.1955

Dr. Walmir Maia Rocha Lima

13.04.1955 a 06.08.1958

Dr. Nelson de Almeida Pinto

06.08.1958 a 07.04.1959

Dr. Milton Villas boas

07.04.1959 a 05.05. 1967

Dr. Claudionor Dórea de Lacerda

02.05.1967 a 23.03. 1971

Professor Carlos Miranda

23.03.1971 a 20.01.1976

Dr. Walmir Maia Rocha Lima

04.02.1976 a 15.03.1979

Dra. Tânia Maria Sodré Pereira Santana

21.03.1980 a 15.03.1987

Dr. Iran da Silva Barroso

18.03.1987 a 11.08.1989

Dr. José Osório Reis

14.08.1989 a 23.01.1990

Dra. Valquíria Barbosa da Silva

23.01.1990 a 20.03.1990

Dra. Regina Célia Boss Palmeira Sampaio

21.03.1990 a 28.03.1990

Dr. Iran da Silva Barroso

28.03.1990 a 05.03.1991

Dr. Iran da Silva Barroso

18.03.1991 a 05.06.1991

Dr. Edvaldo Luiz Costa Lins

09.07.1991 a 26.07.1992

Dra. Valquíria Barbosa da Silva

01.02.1993 a 30.11.2005

Dr. Antônio Medrado de Alcântara

30.11.2005 a 10.02.2011

Dra. Célia Maria Miranda Costa

11.02.2011 a 28.02.2015

Dra. Patrícia Barreto Oliveira

28.02.2015 a 20.06.2017 Dra. Kátia Maria Brasil Abude